sexta-feira, 22 de maio de 2009

Se o meu olhar matasse...

... hoje teria morrido muita gente por esse país fora!!!

Sabem aquelas malas com rodinhas? Eu acho que devia ser obrigatório tirar carta para conduzir aquela coisa. Hoje fui atacado no mínimo 4 vezes. Passam-me por cima dos pés, acertam-me com aquilo nas canelas, derrubam o meu saco de viagem do meu ombro...
E o mais ridículo é quando tentam fazer com que aquilo passe onde claramente não dá para passar.
Há certas pessoas que só à marretada!!

13 comentários:

Sofizita disse...

Há muita gente que não sabe conduzi-las mas essas malas foram uma excelente invenção. Eu que já viajei mais do que uma vez sozinha posso dizer-te que se as rodinhas não existissem , a minha vida seria bem mais dificil. :)))))

Coiso disse...

Também já me aconteceu isso. É mesmo irritante. Há pessoas que não têm mesmo cuidado nenhum...

Gostei do teu blog. Vou passar cá mais vezes, ok?

Abraço!

Coiso disse...

Também já me aconteceu isso. É mesmo irritante. Há pessoas que não têm mesmo cuidado nenhum...

Gostei do teu blog. Vou passar cá mais vezes, ok?

Abraço!

Icon disse...

Sofizita: n sou contra a invenção das ditas... sou a favor da formação de quem as conduz que eu que ando com uma dessas, n sou obrigado a levar, literalmente, com as dos outros...

Coiso: Bem-vindo aqui ao blog.
Claro que podes passar cá mais vezes. A porta está aberta e, se não estiver, só precisas de procurar a chave debaixo do tapete...
Só não é preciso deixar comentários em duplicado, ok? :p

profpardal disse...

Não me digas que a geração das malas de professores/trolley já chegou à tua escola?

Ups... é que eu tenho uma, mas desde que o cromo lá da escola começou a andar com uma eu deixei de a levar!

Sou mesmo croma!

Icon disse...

por acaso não foi na escola, mas podia ter sido... Também já vi desses cromos...

LH disse...

Caro Icon,

Não seria bem pior se tivesses sido pelos patins da Lurdes Rodrigues? :P
Estava a brincar.
Há uma falta de civismo exacerbadamente preocupante na nossa sociedade.
Achamos que podemos fazer tudo aquilo que nos dá jeito sem respeirar minimamente os outros!
Enfim, é degradante sair à rua, por vezes, claro.
Um abraço.

Icon disse...

LH: e lavar essa boca com sabão? patins da lurdes rodrigues... nem a brincar!!!!! :D lol

LH disse...

Icon,

Pode ser com aguardente?
Sempre seria um sacrifíco menor. :P
Icon, és uma pessoa com a qual me identifico, já te disse. Gostaria de ter um contacto mais "estreito" contigo.
Que tal a ideia de passares pelo meu blogue e enviares-me um email?
Nem sei de onde és, mas isso não é assim tão impotante. :D

Um abraço.

dyphia disse...

Eu sou constantemente abalroada por toda a gente quando saio a rua… tenham mala com rodinhas ou não… tou a começar a perguntar se serei invisível ou mesmo transparente porque parece que ninguém me vê. noutro dia aventurei-me numa visita a feira de ESPINHO (n sei se já ouviste falar) a verdade é que enquanto lá andei só uma coisa me passava pla cabeça: “eu devia ter feito um seguro de vida antes de ter vindo”
Fui empurrada por todos os lados… das duas uma, ou sou mesmo invisível ou anda a circular por aí alguma “complô” p me aniquilar. .P
bjos

alfabeta disse...

E não refilas!?
Eu refilava logo!

;)

Icon disse...

LH: sabão, aguardente, whisky, álcool, listerine, absinto, àgua raz... podes usar o que quiseres mas... :D

dyphia:
se calhar és uma pessoa das que falo no post anterior a este... ;)
tens de usar cartazes luminosos a assinalar a tua posição...
Espinho, como poderia nesta última semana que passou sobreviver sem ouvir falar de Espinho e da sua famosa prof de hist?

alfabeta: uiiii... não! que eu quando refilo é à bruta!

LH disse...

Pronto! Deste-me liberdade de escolha mas deixaste-me sem resposta.
Está mal, sr professor. :)
Um abraço.