terça-feira, 12 de maio de 2009

Reach for the Sky...

Lembras-te de quando, sorrateiramente, te deixava godivas na carteira?
Lembras-te de quando te apercebias e me telefonavas a agradecer?
Lembras-te dos bilhetinhos que te deixava nos bolsos ou na mesinha de cabeceira?
Lembras-te de quando me pregaste aquela partida e eu, na hora, respondi com uma que te fez chorar... lembras-te de quanto me arrependi e quantas vezes pedi desculpa?
Lembras-te do que me disseste no fim daquela primeira noite?
Lembras-te da conversa que tivemos, dentro do meu carro, à porta da tua casa, no dia a seguir?
Lembras-te dos nossos primeiros almoços juntos?
Lembras-te de falarmos de tudo e de bebermos as palavras um do outro?
Lembras-te de pensarmos que uma coisa tão errada não poderia fazermo-nos sentir tão bem?
Lembras-te do último bilhete que te deixei na mesinha de cabeceira?
Lembras-te de mim?
Pensas em mim?
Desde ti que não como chocolates da Godiva mas não os esqueci...
És uma boa memória. Talvez a melhor que tenho...

4 comentários:

profpardal disse...

É tão lindo ver um homem apaixonado!
É tão raro ver um assim!

Icon disse...

Eu já me apaixonei diversas vezes!
Não deve ser assim tão raro de ver.
Gostava de me voltar a apaixonar.
Tenho saudades...

dyphia disse...

adorei este texto... talvez porque me diz muito...
ao contrario de ti eu so me apaixonei e amei uma vez na vida. e novamente ao contrario de ti não tenho vontade nenhuma que volte a acontecer...
mas tb tenho saudades, muitas saudades, não daquilo que foi mas sim daquilo que poderia ser e não é.

bjs

Icon disse...

dyphia: a resposta a este teu comentário começou a alongar-se demasiado por isso virou post.