quarta-feira, 29 de abril de 2009

Retorno ao usual sossego do meu ser

Tive uma daquelas reuniões... Pensar na morte da bezerra. Ouvir discutir o sexo dos anjos. Indignar-me com as opiniões de colegas acerca do ensino e rapidamente achar que as pessoas não pensam antes de falar. Olhar em volta e ver pessoas a fechar os olhos do tédio provocado pela pessoa que falava. Ver a pessoa em questão a ler o powerpoint que levou e, claramente, a não perceber do que estava a falar. Olhar para o relógio e achar divagar sobre a relatividade do tempo. Observar o que se passa no outro lado do mundo através da janela. Ir sorrateira e particularmente tratar de assuntos que não tinham nada a ver com a reunião. Olhar para a folha de presenças e rir-me com o facto de não se pensar antes de se fazer as coisas. Rir-me intimamente com o stress revelado por certas pessoas ao falar em público. Considerar que às vezes se inventa trabalho só para não se fazer aquilo que realmente importa. Teve de tudo.
E pensar que fui lá por "opção"... Eu é que sou maluco!!!

5 comentários:

francis disse...

ainda bem que és, senão como sobrevivias ?

© disse...

por opção... és mesmo maluco!! a essas só vou obrigada e a 'rosnar' o tempo todo que me fazem lá estar. :)

Icon disse...

Digamos que, teoricamente, nada me obrigava mas, como estava lá a "patroa"... tive que me ir desfilar, fazer umas macacadas e fazer uns comentários idiotas!
Se não fosse eu, quem o faria?

Sofizita disse...

Eu que dou explicações de matemática desde os meus 15 anos e que sempre quis ser professora. honestamente se fosse hoje, não o seria...

alfabeta disse...

Tens toda a razão quando dizes que se inventa trabalho, só para não fazer o que realmente importa, que muitas das vezes dá mais trabalho ainda.