quinta-feira, 9 de julho de 2009

Futuro ministro?

Tinha de partilhar isto convosco. Correm boatos que se o PSD ganhar as próximas legislativas o próximo Ministro da Educação poderá ser o Sr. que escreveu o texto que se segue:

Eu tendo a concordar com algumas das ideias que ele veicula na sua coluna regular n'O Público. Mas já sabemos que estar de fora é sempre mais fácil do que estar onde é preciso fazer. Falar, é fácil. Uma coisa é certa, é preciso mudar porque a equipa ministerial actual já deu barraca suficiente. Também não acredito que o PS, caso ganhe as eleições mantenha a equipa.

Sou professor. Isso faz parte de mim. Sou português. Também faz parte. Vivo no rectângulo à beira mar plantado. Por tudo isso, sei que as legislativas não podem resumir-se ao estado do Ensino. Há muita mais assuntos a tomar em consideração antes de me decidir e escolher um partido em quem votar. Mas ainda tenho dois meses para pensar!

6 comentários:

© disse...

menino... só falta dizeres que ainda tens dúvidas.
não posso crer!!

Icon disse...

Dúvidas não me faltam!
Só há dois partidos com possibilidades de formar governo. Neste momento, não estou inclinado para qualquer um deles... mas dos outros, não há nenhum que apresente alternativas credíveis.
O panoramo político nacional desilude-me gravemente!

bellsblog disse...

Falar é fácil. Não é complicado perceber, agora, como agradar aos profs. Mas caso, chegue a ministro vai fazer o que diz?

ZaniNE disse...

É urgente a mudança, em todos os aspectos... Vale a pena tentar!?

Bjs e boa sorte no que te toca...

alfabeta disse...

O eterno tema dos professores, todos os pais deste país são a favor da avaliação, eles também são avaliados nos seus empregos, qualquer dia vão os pais para as ruas dizerem que acham bem a avaliação, já cansa!

Icon disse...

Bell: exactamente o que penso... é preciso muita ponderação!

Zanine: vale sempre a pena tentar mas, há várias coisas a tentar... é preciso decidir qual delas.. :D
obg e beijo

alfabeta: não é o eterno tema da avaliação. eu sou a favor da avaliação. há muito prof que devia ser corrido das escolas mas, este modelo não faria nada disso. ia mais uma vez proteger os que fazem coisas só para inglês ver e os que têm sorte de ter umas turminhas mais fáceis em vários aspectos. as turminhas mais fáceis quase sempre ficam para os profs mais velhos porque eles escolhem-nas antes de os novos saberem sequer em que escola estarão.
eu percebo que canse os pais mas, felizmente, tenho vontade de continuar a cansar os pais com a merda de avaliação que esta gente congeminou...
E não vou falar no Estatuto da Carreira Docente com o qual me revoltei há anos quando ele saiu e foi com muita pena que assisti a um silêncio generalizado dos professores na altura.
Se tivéssemos começado a fazer barulho na altura certa, n teriamos esta acusação de n querermos a avaliação... Nós queremos é igualdade e justiça. Ou, pelo menos, eu quero!