segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Passividade extrema

Ora, o discurso do manuel moura dos santos fez-me pensar naquilo que sinto em diversas das minhas aulas... Noto uma grande semelhança na atitude passiva desse jovem e na da grande maioria dos meus alunos... E a falta de espírito crítico? Nem quero começar a falar sobre isso!

7 comentários:

Kikas disse...

temos MESMO que falar sobre a escola? não me quero irritar por isso não vou expressar a minha opinião. já mudei a do "tive um teste ontem" (para hoje) e já vi o e-mail e agradeço mas vou desligar o pc para não cair na tentação de responder.. and so on! beijinho, e atura-os

© disse...

ora, ele está a fazer-lhes o favor de cantar...
que raio, esforçar-se para quê?
:)

Bloguótico disse...

LOOOL... realmente, este tipo abusa!!

Chocolate disse...

há por aí muita gente a abusar da sorte!!!

tenho um lema de que nada é um sucesso sem esforço...

mas ainda lhes dão hipoteses... enfim fico me por aqui

Just Me disse...

Acho que o que lhe faz falta é mesmo "alma"!!lol

Elma disse...

Tao se o talento é natural... Não tem que se esforçar né? :P

Com duas chapadas ele ia ao sítio :D

Icon disse...

kikas:
não, não temos! mas por aqui parece ser tema recorrente. Desde que vim parar a uma terrinha em que não se passa mais nadinha...
beijo

c com ou sem bolinha:
nem mais!!! Esforçar-se para quê? não é essa a atitude dos nossos alunos?

bloguótico:
era um xuto no cu! a ver se ele não se mexia com mais ânimo!

chocolate:
se há!!! sabes? o problema é que agora se exige mesmo um minimozinho para ser considerado sucesso... infelizmente, sinto que estou a formar pessoas destas...

just me:
antes de mais, bem-vinda! penso que é a primeira vez que deixas qq coisa aqui no meu cantinho apesar de já conhecer o nome de outras lides... :)
do que ele precisa... ver o comentário abaixo do teu... parece-me que a elma acertou na mouche!

elma: só com talento não se vai muito longe. eu podia dar aqui uns exemplos mas ia entrar pela área do futebol e não sei se ia servir para ilustrar o meu ponto...
quanto às chapadas... acho que o júri pode tanto espicaçá-lo dessa forma como eu aos meus alunos... :(