sábado, 6 de junho de 2009

Who wants to be a millionaire?

Aqui há uns tempos fui ao casino! Uns amigos decidiram arrastar-me com eles e eu lá fui. Só fiz questão que não fosse o de Espinho para não encontrar a professora de História porque tenho medo, mesmo que ela não faça e corrija os meus testes.
Quando lá cheguei, olhei em volta e gostei do ambiente. Depois, vi aquelas maquininhas cheias de cor com rodinhas a rodar. Giro, pensei! Depois um dos meus amigos decidiu jogar numa dessas maquininhas.
- Vou jogar nesta que é de 2cents que é para carregar mais vezes no botão. - disse ele.
Bem pensado!
Meteu uma nota de 20 euros e ao fim de umas 10 jogadas, em que na última andou lá a carregar nuns presentes em que apareciam créditos, mandou sair um papelinho que valia 35€.
Demos mais duas voltas ao espaço, tivemos junto às mesas do poker e da roleta onde eu me passei com a rapidez com que se perdem dezenas de euros e voltamos para as maquininhas de baixas apostas.
O meu amigo, meteu o papelinho dos 35 € e eu sentei-me na do lado com uma nota de 10€ na mão. Bem, vou deitar 10€ à rua para carregar num botão umas vezitas e ver umas coisas coloridas a rodar. Quem já deu 500 paus para ver o Blair witch project e 5€ para ver o filme do barbeiro com o johnny depp pode gastar 10 assim. Dura menos tempo mas ao menos não fico com vontade de cortar os pulsos...
Meti a nota e aparece lá um número que significava que eu tinha direito a 500 créditos. Aquilo fazia umas combinações de linhas e tal o que significava que cada vez que eu jogava, iam 40 cêntimos ao ar.
Botãozinho caro! Mas, de cada vez que carrego num botão de um parque de estacionamento, ele só me dá um papelinho, não tem nada colorido a rodar e pago bem mais!
Fui carregando no botão. Ganhava 5 de vez em quando, depois ganhava 20 o que significava que naquela carregadela n tinha perdido nada mas quase sempre, não ganhava nada.
Cerca de 5 minutos depois, estava eu já a preparar-me para arrumar as botas com 50 créditos apenas, quando começo a ouvir a maquininha a fazer mais barulho e a mostrar mais cores que o cosstume. Começam a aparecer linhas estranhas no meu ecrã, uma de cada vez e de cada vez que apareciam, aumentava o meu número de créditos. Quando aquilo parou, olhei para a minha conta e vi um 2400 e picos. Carreguei no botão para ele me dar um papel a valer 45 euros e já me preparava para me ir embora...
O meu colega ainda estava a jogar e eu decidi que até me estava a divertir, por isso, agarrei noutra nota de 10€ e enfiei-a na máquina. Carreguei no botão, nada. Carreguei no botão... nada! Carreguei no botão, e o número de créditos sobe para os 1050 créditos. Carreguei no botão, desta vez para me dar o papel que me dava direito a 21€.
Fogo, isto é divertido! Vou meter mais uma nota! Peguei numa nota de 5 euros. Meti. 250 créditos. Joga, perde! Joga, perde! Cheguei aos 10 créditos. Joguei 1 a 1 e voltei a perder em cada jogada.
Afinal isto não é tão divertido, assim. Embora não me esteja a queixar destes dois papéis que acabaram por pagar o jantar, a ida de carro ao casino e ainda deu para chiclas, tão cedo não volto a meter lá dinheiro!

2 comentários:

Intruso disse...

e foi sorte de principiante :)

Icon disse...

achas que se eu voltar lá daqui a algum tempo, aquilo se esquece de mim e volta a funcionar a sorte de principiante?
dava-me jeito comprar um PC novo...